19 outubro 2005

Religião e Polêmica - Quem precisa?

Sempre tenho ameaçado escrever sobre religião e nunca arrumo tempo. Mas é que o tema é delicado e não posso escrever sem explicar direito as minhas opiniões. Espero que minha avó não leia isso.

Tenho conversado bastante com as pessoas aqui sobre religião, até porque tem hindu, muçulmano, protestante, católico, ateu, etc no meu círculo de convivência. Gosto de ficar observando e ficar conversando sobre esse tema, aprendendo e conhecendo.

Como todos sabem, não sou nem um pouco religioso e acho muito chato participar de qualquer manifestação religiosa que admire deuses, santos, elefantes ou coisas afins. Tenho adotado uma postura de que é muito melhor acreditar nas pessoas do que nas religiões - ou naquilo que elas pregam. É muito mais sensato, real e positivo, você admirar uma pessoa (ou muitas), conversar, interagir, incentivar, acreditar, aprender, ensinar, ajudar do que orar para um Deus e esperar que a vida melhore. Ter o seu Deus pra você mesmo é muito mais importante. E se você não tem um Deus, isso não vai fazer muita diferença também.

Todas as religiões pregam que você deve ser bom, amar ao próximo, etc. Coisas boas e positivas. Será que precisamos de uma religião para seguir esses ensinamentos? Para ser "bom"? Uma família com amor e bondade não seria tudo o que precisamos? Isso não faz parte da educação ao invés da religião?

E o contrário, será que uma religião pode influenciar negativamente as pessoas? Tornando-as "más"? Talvez, acho que depende do ponto de vista. Mas uma pessoa pode ser "má" por outros motivos que não sejam a religião também.

Ou seja, religião não deve ser tudo. Tem coisa muito mais importante na vida e é muito simples colocar a culpa na religião ou mesmo em Deus e não encarar os problemas como eles são. Ou simplesmente seguir a religião e não questiona-la. Estava conversando com um muçulmano outro dia, que me disse que há uns anos atrás ele começou a perguntar um monte de coisas para os pais dele, sobre Deus, e porque ele precisava seguir todos aqueles rituais, ir a Meca, Ramadã, o que aconteceria se ele não fosse... O pai dele disse para ele esquecer essas perguntas.
Ele disse que ficou meio cabreiro, deixou de acreditar em tudo, mas como todas aqueles rituais e ensinamentos faziam parte da vida dele, ele continuou vivendo com isso.

O indiano que mora aqui em casa por exemplo, não come carne porque "a vaca dá o leite pra você viver". Ou seja, a vaca é como sua mãe e é uma falta de respeito comer a carne dela. Será que se todo mundo na Índia comesse carne eles não precisariam de uma área enorme de pasto para criar todo o gado para o povo comer? Não é muito mais prático e barato ter plantações pra alimentar o povo todo? Perguntei pra ele o que aconteceria se ele comesse carne. Ele disse que é uma falta de respeito e pronto. A religião é uma forma de controle. E pior uma forma de controle em cima das pessoas que precisam de ajuda, de apoio.

As pessoas ricas, se apoiam no dinheiro, o alcoolatra na bebida, alguns na comida, outros nos amigos, outros na família, mas quem não tem apoio, quem não tem em que acreditar se apoia na religião. E isso vai se espalhando e passando de um pro outro - contagia. Porque você vai ganhar seu espaço no paraíso ou passar para um nível espiritual mais elevado. E isso alivia, ajuda e conforta.

Minha experiência nos EUA me mostrou algumas coisas interessantes, como por exemplo, o que a igreja faz com os brasileiros lá. Os brasileiros que vão trabalhar não tem a mínima educação, chegam perdidos, desorientados, não sabem falar uma palavra de inglês e a primeira coisa que fazem é virar "crentes". Encontram na igreja ajuda, amigos, conforto, contatos. Em troca pagam (bem). Deveria existir um serviço "Disk-Igreja", que fizesse a mesma coisa. Ou melhor, porque não fazem um clube e cobram uma anuidade? Explico... Colocar o nome de
Deus, da uma credibilidade muito maior do que alguem fundar o "Clube Brasileiro nos USA". É certeza de não levar calote, afinal, você não vai querer dar calote em Deus, né? Mas acho que seria uma boa idéia. Quadras de futebol, volei de praia, churrasqueiras, mesa de toto e
pingue-pongue e cerveja Brahma, pertinho da praia. Não é a mesma coisa, não serve para o mesmo propósito?

Adoraria ficar falando mais sobre esse tema, mas a mensagem vai ficar muito grande e ninguém vai ter paciência de ler. Se o assunto render escrevo mais sobre o tema. Mas, pensem sobre o assunto, e discordem! É sempre bom promover alguma discussão e eunão sou o dono da verdade! :)

18 comentários:

Anônimo disse...

Hi, I really dig the blog you got here. I’m still a little new to blogging myself. One Thing I do know something about is broadband. I have a website all about DSL Service. DSL Service sure makes blogging faster! You can even check DSL Service availability where you live. I hope you find it useful, as a lot of people have. I’ll see yah around the blogs, bye now.

Anônimo disse...

Consumer "engagement" stressed at e-Business seminar
Madison, Wis.- Imagine, says Geoff Ramsey, an ad that is so catchy and relevant that you actually want to watch it again and again.
Cool blog! I am definetly bookmarking it!
I have a ##LIPOVARIN## site. It pretty much covers ##LIPOVARIN## related information.

Come and check it out if you get a chance :-)

Anônimo disse...

Igor,

Este é um tema que é muito delicado de ser tratado. Mas o que acho mesmo insuportavel é o fanatismo presente em muitas das religiões. Não é só o fanatismo que leva a morte física, mas o fanatismo que leva a morte espiritual das pessoas. É quase a mesma coisa e as diferenças são muito poucas.
A oportunidade de conviver com pessoas das mais diversas religiões e de diferentes locais vai trazer prá você uma experiência impar de avaliar e pensar sobre esta importante questão

Marconi

bruno baitola cabral disse...

Deus começa (a existir) quando o conhecimento termina.

Os mesopotâmios, que viviam 5000 anos antes do nascimento de uma importante figura histórica e 7000 antes de nós, já eram assim; entendiam como sinais divinos, banalidades do dia-a-dia como a chuva. Mais ou menos como ainda faz um sertanejo em Quixadá.

Contudo, uma vista na história de nossa evolução sugere que Deus tende a acabar.

E então, talvez, vivamos um pouco mais em paz. Outra possibilidade é seremos extintos antes.

dudao disse...

Para Igor e Bruno, uma citacao de um filosofo famoso. (uma garrafa de cachaca pra quem acertar o nome.)

"Have you not heard of that madman who lit a lantern in the bright morning hours, ran to the market-place, and cried incessantly: "I am looking for God! I am looking for God!"
As many of those who did not believe in God were standing together there, he excited considerable laughter. Have you lost him, then? said one. Did he lose his way like a child? said another. Or is he hiding? Is he afraid of us? Has he gone on a voyage? or emigrated? Thus they shouted and laughed. The madman sprang into their midst and pierced them with his glances.

"Where has God gone?" he cried. "I shall tell you. We have killed him - you and I. We are his murderers. But how have we done this? How were we able to drink up the sea? Who gave us the sponge to wipe away the entire horizon? What did we do when we unchained the earth from its sun? Whither is it moving now? Whither are we moving now? Away from all suns? Are we not perpetually falling? Backward, sideward, forward, in all directions? Is there any up or down left? Are we not straying as through an infinite nothing? Do we not feel the breath of empty space? Has it not become colder? Is it not more and more night coming on all the time? Must not lanterns be lit in the morning? Do we not hear anything yet of the noise of the gravediggers who are burying God? Do we not smell anything yet of God's decomposition? Gods too decompose. God is dead. God remains dead. And we have killed him. How shall we, murderers of all murderers, console ourselves? That which was the holiest and mightiest of all that the world has yet possessed has bled to death under our knives. Who will wipe this blood off us? With what water could we purify ourselves? What festivals of atonement, what sacred games shall we need to invent? Is not the greatness of this deed too great for us? Must we not ourselves become gods simply to be worthy of it? There has never been a greater deed; and whosoever shall be born after us - for the sake of this deed he shall be part of a higher history than all history hitherto."

Here the madman fell silent and again regarded his listeners; and they too were silent and stared at him in astonishment. At last he threw his lantern to the ground, and it broke and went out. "I have come too early," he said then; "my time has not come yet. The tremendous event is still on its way, still travelling - it has not yet reached the ears of men. Lightning and thunder require time, the light of the stars requires time, deeds require time even after they are done, before they can be seen and heard. This deed is still more distant from them than the distant stars - and yet they have done it themselves."

It has been further related that on that same day the madman entered divers churches and there sang a requiem. Led out and quietened, he is said to have retorted each time: "what are these churches now if they are not the tombs and sepulchres of God?"

Poliqueta disse...

Nietzche!

Dudão,
quero minha garrafa de cachaça!

lambari disse...

Bom texto baiano. Concordo em vários aspectos (tirando a parte da Brahma, pq Brahma me dá caganeira).

Religião é como tudo cara... se for demais, estraga. Acreditar em Deus deve ser ótimo (pra quem acredita), dá segurança e tudo mais. Tudo que te puser pra cima, é bom.

O problema é o exagero, mas isso é como tudo. Vamos fazer uma analogia à cachaça. Se você bebe de vez em quando, vc fica bebado, feliz. Mas se você bebe todo dia, toda hora e faz disso a sua vida. Vc tá fu...

Deu pra ti!
lambari

Anônimo disse...

Acho que compartilhamos a mesma opinião sobre religião, mas eu acredito que quem segue algum tipo é pq a tem como uma forma de conforto. Nem todo mundo nasce com auto-confiança, com coragem pra realizações. Sempre ficam "Ai, meu Deus, me ajude a..." Se vira porra! Deixa Deus descansar, afinal o cara deve ter gastado muita energia pra construir isso tudo em sete dias, e não são outros sete dias que o recuperaram. Coisa mais chata! Parece menino pidão!

Só não concordo com o seu título. A religião pode até ser algo desnecessário, mas polêmica é fundamental.

Abs,

Plinio Bali

bruno disse...

Não vale googlar, poliquetas, mas você tá além do bem e do mal.

"Jenseits von gut und böse"

Mande uma dose dessa cachaça. Preciso variar.

dudão, sugira alguma coisa de Tocqueville.

eita

Marcelo Dutra disse...

Oi Igor
A tática tá funcionando!! 10 comentários rapidinho ne?
Olha religião prá mim é como aquele ditado: não creio em bruxas, mas que elas existem, existem. Não participo, mas não desafio entende? Não gosto dessas demonstrações rasteiras de religiosidade, como um lutador de box que reza antes da luta e espera que Deus o faça ganhar. E o outro? Também não acho que Deus anda se imiscuindo na vida da gente, protegendo, ajudando, interferindo. Se alguem sofre um acidente e escapa diz logo que foi a mão de Deus que o salvou. Ora bolas, e quem provocou o acidente?
Religião não é um assunto lógico. Não existem explicações prá você acreditar. Apenas acredita ou não. E pronto. Quanto mais tentam explicar pior fica.
Então cada um fique na sua e faça e acredite no que lhe convier e lhe der conforto.
Enfim, Deus é aquilo que não se explica. Com o avanço da ciência, muitos mitos divinos vão se esvaziando.

dudao disse...

Leo, vc ganha a cachaca, mas tera que vir buscar aqui!

tudo bem, tudo bem, nao possibilidade remota de eu ir pra ai, pode deixar que eu levo.

Bruno, de Tocqueville eu so conheco Democracia na America. O Jon Elster (professor da Columbia) tem uns livros/artigos sobre tocqueville que sao bem interessantes.

at last but not least, essa historia de que o desenvolvimento e o conhecimento cientifico diminuem a religiosidade das pessoas nao leva em conta nada do que vem acontecendo aqui nos EUA nos ultimos 20 anos. A religiao aqui esta forte como nunca. Assim como o crescimento dos evangelicos por ai.

Nietzche is dead!

Mr Pips disse...

Falar de religião é sempre sinônimo de polêmica, principalmente quando você afirma que não acredita em Deus ou que não se importa muito com isso. Acredito que crenças são pessoais e me coloco contra o cárcere mental oferecido pelas religiões. Para mim, elas só servem para controlar o povo pobre de se rebelar contra as injustiças que sofrem. As religiões não oferecem conforto. Oferecem conformismo. E as pessoas podem tornar-se más através das religiões. Podem tornar-se fanáticas e encontrar na religião e na intolerância pregada por muitas delas uma forma de justificar atos de extrema violência. A religião é a muleta do aleijado.

Leo disse...

Gordo,

achei o título do livro que relaciona religião com capitalismo.

"Religion and the rise of capitalism" Tawney, R.H.

Anônimo disse...

Eu discordo totalmente!

Eu respeito a opinião de vocês e espero que respeitem a minha!

Cada um tem sua crença e não acho que se você acreditar muito "estraga".

Deus existe sim!!! E tem coisas que a ciência não explica.
Vocês realmente acreditam que o universo surgiu de uma explosão? A ciência diz que havia uma partícula e que a partir dela houve uma explosão e surgiu tudo. Tá, mas e da onde surgiu essa partícula???

Outra coisa, sem Deus você não vive. Pra começar, se não fosse ele você nem existiria!
A religião não faz com que as pessoas sejam controladas. Deus nos ama e nos dá a liberdade de escolher, assim como vocês escolheram não acreditar nele.

Isso depende da consciência de cada um. Uns acreditam, outros não.

Rodrigo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Dayane disse...

ola...por favor leia todo...
eu acho q vc deveria abrir seu coraçao e deixar Deus entrar e se ele existir ele vai entrar, pois acho q vc nao acrediota muito nele...
em alguma coisa vc tem rasao pois tem muitos q nao conhecem Deus usam apenas seu nome para se defender das criticas e etc..
mas religiao como o propio nome ja dis religa o homem a Deus...
para q cm isso o homem se torne diferente das outras pessoaa ,pois afinal ele vai obedecer e servir ao ser santo grande e fiel...
mas lembre-se vc precisa escolher uma religiao q seja de acordo cm a biblia pois ela é a palavra de Deus o dono de minha vida, e muitas sao totalmente diferente do q a biblia relata, afinal nao sou eu q julgo é a propria palavra dele... pois se cumpre e o fim esta proximo e Deus esiste mas ele nao vai entrar na vida de nimguem a forsa e so se vc quiser entao ele entrara na sua vida e vc jamas sera o mesmo se ele realmente estiver nela...mas se religiao for ir em um local adorar a este Deus grande eu tenho uma...
visite a ASSEMBLEIA DE DEUS MINISTERIO RECIFE OU BELEM>>> xero Deus te ama...e te ver a cada segundo de sua esistencia...

Anônimo disse...

http://prixviagrageneriquefrance.net/ viagra generique
http://commanderviagragenerique.net/ prix viagra
http://viagracomprargenericoespana.net/ viagra
http://acquistareviagragenericoitalia.net/ acquisto viagra

Anônimo disse...

http://achatcialisgenerique.lo.gs/ cialis prix
http://commandercialisfer.lo.gs/ cialis generique
http://prezzocialisgenericoit.net/ cialis in farmacia
http://preciocialisgenericoespana.net/ cialis