13 setembro 2007

Onibus em Londres

Ontem falando com meu primo Bruno ele me perguntou porque eu vou de onibus pro trabalho ao inves de metro, ja que londres e o lugar que tem o melhor metro do mundo. Explicarei...

Pra ir de metro pro trabalho preciso pegar um trem de 5 minutos e depois mais 5 de metro e mais uns 10 andando. Com a espera da mais de meia hora fora que como tenho que ficar trocando toda hora nao consigo ler nada. Dai pego esse onibus de 2 andares numero 172 que me leva pro trabalho em meia hora e vou sentado daqui pra la. Alem do mais e tipo metade do preco pra andar de onibus!

Outra coisa, escrevi uma secao la no site da empresa, deem uma olhada em www.dlkw.co.uk/insider.

Ultimo comentario de hoje... Uma descaracao essa votacao de renan calheiros. Nao acho que seja uma descaracao so pq ele foi absolvido mas mais ainda pela postura do congresso e governo. Vou tentar falar sobre isso em outro post.

5 comentários:

Anônimo disse...

Igor,

Boa esta ideia sua de fazer alguma coisa no onibus, inclusive mandar noticias dai do primeiro mundo.
Sobre Renan E UMA VERGONHA este nosso Senado.
Acho que o fato vai ter desdobramento e muita pressao popular sobre os senadores.

Marconi

Andrea disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Dolly disse...

EDITORIAL: BYE BYE, BRASIL
Pegue o seu banquinho e saia de mansinho

• Esta mensagem cumpre o dever de informar a todos os moradores deste pedaço de chão que o Brasil não existe mais. Acabou. Finito. The end.

• Vocês não são mais “brasileiros”. A partir de agora podem se chamar “tubérculos”, “abacates”, “pirilampos” ou “porciúnculas”. Tanto faz.

• O Brasil se auto-dissolveu devido à incapacidade da população de transformar esta terra habitada em nação. Nação tem lei, história, alguma ordem e, dependendo da época, até um pouquinho de progresso.

• Uma terra habitada, por outro lado, é apenas um monte de gente roubando, matando, estuprando, fraudando, conspirando, conspurcando e livrando a cara dos parceiros ladrões.

• Vamos logo devolver esse brejo infecto pros tupinambás, telecotecos, gabirobas ou qualquer grupo silvícola que tenha sobrado. Depois disso, cada um toma seu rumo. Os euro-descendentes voltam pra Europa, os afro-descendentes vão pra África e o resto vai pra casa do caralho.

• Uma hora a gente se encontra e aí, com a cabeça no lugar, tenta de novo. A primeira vez é sempre mais difícil. Na segunda talvez seja mais gostoso e a gente consiga ir mais longe.

• Nação é que nem ereção: tem gente que tenta e não consegue.

Anônimo disse...

Renan - Mas queremos o que, fomos nos que colocamos eles lá, nos que queremos que toda ajuda nos caia do céu ou venha pelo governo, quantos de nós com toda indgnação iremos fazer algo? Ninguem, todos esperam que alguns façam e alguns esperam que todos façam e ninguém faz nada. todos eles são coorporativistas, jamais irão prejudicar os da mesma especie, e como nunca lutamos por nada neste pais, é fazer o que Marta Suplicy mandou, pois nada muda neste quarto mundinho, pois como me disse um japonês na praia da Pituba em 1998, "sabe porque seu pais nada muda? Porque vocês não tem raça, sao mistura de varias".
Marco Antonio....

Leo Dutra disse...

Fudianus, acho que você poderia ir de metro pro trabalho, já que assim você faria mais exercício do que indo de ônibus.

Ficou boa a cara nova do seu blog.