02 maio 2006

Proposta de Dissertação

Pessoal

Desculpem so falar de faculdade esses tempos, mas não tenho feito muitas coisas diferentes disso.

Depois de bastante discussão e mudar 3 vezes de orientador e escrever essa proposta 5 vezes, parece que finalmente fechei o projeto de dissertação (deverei saber na próxima semana com certeza). Meu orientador vai ser o Tom, que já era o meu tutor por aqui e nessa versão mudamos um pouco as coisas pra ficarem mais práticas. Vou colocar isso no blog também pois ai mais gente pode ler minha proposta e ajudar :)

PS: Não terei distinctions nas matérias desse semestre, bem difícil e várias coisas que não gosto. Ontem recebi um trabalho e tirei P4. Espero que vocês ainda lembrem do sistema de notas aqui.

---

Proposed title: Analysis of worldwide best practices in Government e-Procurement, and their application as an Open-Source solution for Brazil

The Brazilian economy is the largest in Latin America. There are more than 2,000 purchasing units (2004) in the Federal Government and more than 30,000 employees who carry out procurement activities on a regular basis.

COMPRASNET (http://www.comprasnet.gov.br/) is a universal public-access system developed to publish information on Government procurement, as well as to carry out pregão (reverse auctions) sessions. It is the Federal Government e-marketplace, with users at the three administrative levels – city, state and federal.

Some of the criticisms of COMPRASNET are: (i) it is hard to customise, (ii) unwieldy, (iii) inefficient and (iv) proprietary, making it hard to implement in other Government levels.

The research areas are:

  • Whether the requirements are sufficiently generic that a single set of customisable protocols (features) is adequate for the city level;
  • Whether the systems architecture could be simplified in terms of servers/applications and, thus, would be more efficient/effective (e.g. interoperability, standardised maintenance, consistent documentation);
  • Whether implementing the system as an Open Source project would be viable both in terms of time required and cost-effectiveness, as opposed to using proprietary tools (or a combination of each).
The World Bank has already recommended the creation of an Open Source version of COMPRASNET and its implementation. The system will supply the Brazilian Government the ability to provide access to current e-procurement practices and operating procedures for even the smallest cities. The system should be easy to setup and customise considering local and regional issues.

5 comentários:

Leo Dutra disse...

Gordo,

voce podia arrumar uma esposa e filhos...

Anônimo disse...

Oi Igor,

Bem interessante o tema da sua dissertação. A cho que voce tem razao quando busca fazer algo mais pratico, apesar de reconhecer a importancia da pesquisa.

Marconi

alê disse...

Ximenes,

a dissertação vai ficar bala, mas acho concordo com o casal-canguru. Vc deviar tentar pegar alguém. As idéias (e não só elas) vão fluir com mais facilidade.

Abs

marcia disse...

Igor, mto interessante o tema de sua dissertação. Analisar o sistema de compras governamentais parece ser mto util. Aqui no Governo Estadual tb utilizamos os pregões virtuais e presenciais. Na pratica, o considero mais democratico, pq permite um maior nivel de transparencia mas na minha opinião ele ainda é lento na finalização da compra propriamente dita. Nao sei se posso dizer q é muito burocratico no sentido dos prazos que são elaticos demais. O termo pode nao estar bem empregado, mas o fato é que pra concluir tudo são necessarios aproximadamente 50 dias. É preciso identificar onde pode melhorar, ser mais ágil, sem deixar de ser seguro, e evitar falcatruas. Muito bom o tema.
Sucesso meu querido e um
Abração pra vc

Marcelo Dutra disse...

Oi Igor
Aqui na Petrobras o pessoal tá usando e-procurement para aquisição de materiais. Trata-se de sistema de leilão reverso, onde os fornecedores dão lances, ganhando aquele que oferecer o menor preço. O sistema tem várias regras e o pessoal parece estar satisfeito (comprador e fornecedores. Não é bem minha área, mas acho que o futuro é por aí mesmo. Sucesso no seu trabalho!!
Abraços...tio Marcelo