01 janeiro 2006

Budapeste

Ontem chegamos em Budapeste depois de umas 20 horas de viagem de trem. O vendedor la da agencia de turismo em Praga disse que não havia trem direto de cracóvia para budapeste e então pegamos um de volta para praga e de lá tinhamos uma conexão indo para budapeste meia hora depois. Quando chegamos la na Cracóvia vimos que o cara da agência de turismo havia enrolado a gente pois tinha um trem direto, com cabined individuais e tudo o mais. Nem fomos perguntar o preço pra não passar mais raiva. O fato é que indo de volta pra Praga, o trem atrasou 2 horas e perdemos a conexão. Tivemos que trocar a estacao de trem e ficar umas 4 horas sentados no frio esperando um trem que vinha de berlim. No final deu tudo certo e o lambari até comeu um sanduiche com maionese e não passou mal. Mandamos um email pro Montoya la da estação e ele foi buscar a gente as 19:30h. Estou cheio de carimbos no meu passaporte agora pois é passar por um pais dentro do trem e carimbam a entrada e a saida.

Os albergues aqui são em geral bem piores que no resto da europa. Normalmente são uns apartamentos que o pessoal transforma em albergue, colocam umas camas no quarto e chamam de hostel depois.  Tinhamos uma reserva em um no ano novo e depois mudamos para esse que estamos agora. O primeiro era uma espelunca, mas, pra nossa sorte nao tinha lugar, dai levaram a gente para outro, melhor e mais agradavel, porem nos mesmos moldes. Havia um grupo de fuzileiros ingleses no nosso quarto bem engracados e que acho que permaneceram bebados ate a hora que foram embora hoje de manhã.

O reveillon em si foi no meio da rua. Eu, lambari e o Montoya ficamos andando pra cima e pra baixo com uma mini garrafa de vodca e uma coca de 2 litros (tomei quase toda a vodca pq o Lambari e o Montoya não bebem) e achamos 2 lugares pra passar ano novo. Um tinha um palco com bandas hungaras e outro uma especia de rave ao ar livre. Budapeste é um lugar mais esculhambado que as outras cidades que passamos, mas talvez por isso seja mais divertido. Ontem tinham bebados passando mal nas ruas, e gente metendo mão nos bolsos tentando levar carteiras - segundo o lambari um cara foi me abracar passando a mão nos meus bolsos, mas como so tinha meia suja ele desistiu de tentar alguma coisa. Bom pra caralho o rock hungaro. Tinha uma banda tocando funk parecida com a banda "setembro" la de salvador. Nem sei se essa banda existe mais.

Um bebado chato ficou enchendo nosso saco e na hora da virada beijou todo mundo, incluindo eu, Montoya e o Lambari - o gaucho mais beijado de Budapeste. Depois o beijoqueiro ficou encarnando demais e tivemos que sair de perto. Os fogos foram meio mixurucas, mas o engracado era que o povo fica soltando foguetinhos no meio da rua - inclusive em cima dos outros.

Depois de muitos anos, nem ressaca de ano novo eu tive hoje. Mas foi um reveillon divertido e diferente. De manhã os fuzileiros chegaram bebados no quarto fazendo o maior barulho e dizendo que tinham que pegar um vooou onibus ou trem dali a poucos minutos para algum lugar que não entendi. Depois trocamos de hostel e fomos passear um poucoe comer pratos tipicos húngaros. Comi um filet mignon de porco com batatas com paprika, cebolas e mais um monte de coisa que não sei ao certo o que era. Mas negócio bem bom. Depois fomos ver souvenirs e nos despedimos do montoya que foi hoje para Sarajevo.

Budapeste promete. Acho que encontraremos reliquias comunistas e um monte de coisa diferente pra fazer.

Não vou mentir que já estou sentindo falta de trabalhar! Volto pra Edinburgh dia 4/1.

Beijos a todos e FELIZ 2006!


5 comentários:

Alex Bilhar disse...

fala grande igor, então so alegria e amores com o hungaro, hahahaaaha


e ai qto as fotos do ano novo, post ai pra darmos uma olhada

feliz 2006

Anônimo disse...

Oi Igor,

Estamos chegando agora de Guarajuba e fui logo procurar noticias suas no blog.
Bacana (como diria Nelito) o Ano Novo de vocês por aí.
Houve desencontro na hora que você ligou para nos desejar Feliz Ano Novo, mas é isso mesmo.
Como estavamos sem conexão de internet em Guarajuba, só agora posso desejar a você um Ano Novo de muita alegria e que os seus sonhos (que sei que são muitos) possam se realizar.
O nosso Ano Novo foi bem animado e divertido. Passamos com as familias Taboada e Ximenes Martins. Depois da meia noite fomos na casa de Beta(namorada de Leo) e tambem estava muito animado por lá. Os Taboadas levaram 5 duzias de foguetes e foi uma festa só.
Depois mandamos fotos da festa para o seu e.mail.
Leo e Manu falaram com os Taboadas dia 31 e disseram que vão passar mais uma semana na ilha em lua de mel. Parece que estao tentando provicenciar o nosso netinho.

Marconi

Anônimo disse...

Oi, Igor!!!!
Se 2006 for como começou, voce vai ter um ano bem movimentado e cheio de surpresas,para completar desejo muito saude ,muito amor e suce$$o.
Se eu conseguir realizar meus sonhos, então nos veremos antes de vc voltar e ainda vou levando Maria.
Mil beijos e um maravilhoso ANO.
Tia Ivana

Anônimo disse...

Gordo,

você ainda não descreveu suas experiências sexuais na Europa Central. Tomou muita vodka polonesa? Alexandr está indo pra Glasgow no dia 28/01. Você poderia encontrá-lo por lá.

Anônimo disse...

hey Igor,

meu nome é Oto e sou de ssa. Então, cara, to indo pra Budapest passar o reveillon la! daí queria saber mais como são as coisas!
pode me contar?

add no skype, por favor: otogibson

valeeu!